Inglês: Frequently Asked Questions

Português: Perguntas mais Frequentes

 


Palestina, Liga Árabe, conflitos com Israel e mais

Perguntas e respostas sobre o que é Palestina? Ela é um país? Como surgiram os conflitos entre Palestina e Israel? O que é a Liga Árabe? Veja as respostas

Página Inicial / Política

O que é Palestina?

A Palestina é uma área localizada entre o Mediterrâneo, na porção oeste; o Rio Jordão e o Mar Morto no Leste; fazendo fronteira no norte com o Líbano, aí chamada de Escada de Tiro; e no sul com o Sinai egípcio, na região que hoje é denominada Wadi el-Ariche.

Como está hoje o espaço geográfico que pertencia a Palestina até 1948?

O espaço geográfico que pertencia à Palestina, está hoje repartida em três regiões, uma corresponde a Israel e as outras, a Faixa de Gaza e a Cisjordânia, habitadas em grande parte por árabes de origem palestina, onde fica o Estado da Palestina, mas continua ocupado por israelenses, na ausência de um tratado de paz definitivo. O povo palestino se encontra atualmente espalhados em países árabes ou em territórios reservados aos refugiados das guerras.

A Palestina é um país?

A ONU reconheceu a Palestina como um “Estado observador não membro” no final de 2012, deixando de ser apenas uma “entidade” observadora. A mudança permitiu aos palestinos participar de debates da Assembleia Geral e melhorar as chances de filiação a agências da ONU e outros organismos. Quase 70% dos membros da Assembleia Geral da ONU (134 de 192) reconhecem a Palestina como um Estado.

O que é a Liga Árabe?

Em 1945 foi criada a Liga Árabe, uma organização de estados árabes, cujo objetivo central é reforçar e coordenar aspectos econômicos, sociais, políticos e culturais entre seus membros. Inicialmente, a liga era liderada pelo Egito (Nasser), que já havia constituído sua República (muito pelo enfraquecimento dos países europeus após a Segunda Guerra).

Como surgiram os conflitos entre Palestina e Israel?

Na assembleia geral da ONU de 1947, o brasileiro diplomata Oswaldo Aranha deu início ao Plano de Partilha da Palestina para substituir o mandato britânico, declarando a formação do Estado de Israel (Eretz Israel), um território independente do controle britânico. As nações árabes não concordaram com a partilha, ou seja, com a criação do Estado de Israel. Desde então, os dois povos travaram inúmeros conflitos. No decorrer deles, Israel ocupou os territórios da Cisjordânia, Penísula do Sinai, Faixa de Gaza e Colinas de Golã.

Como a terra de Israel voltou a se tornar a Palestina?

No primeiro século d.C., os romanos destruíram o reino independente da Judéia. Após a revolta frustrada de Bar Korchba no segundo século, o imperador romano Adriano determinou a eliminação da identidade de Israel (também conhecido como Judá ou Judéia), destruindo o vínculo milenar do povo judeu com a região. Assim, ele escolheu o nome “Palestina”, impondo-o em toda a terra de Israel. Ao mesmo tempo, ele mudou o nome de Jerusalém para “Aélia Capitolina”.

Como é a Palestina atualmente?

Desde o início da década de 2000, Israel tem colocado em prática um plano de evacuação dos territórios conquistados em 67, que inclui a faixa de Gaza, a Cisjordânia e as planícies do Golan. Gaza já foi completamente entregue em 2005, e se tornou um centro de treinamento para o Hamas, que aos trancos e barrancos finge administrar a região. A Cisjordânia está sendo evacuada e entregue para os palestinos (lê-se Fatah), e a região afunda economicamente e socialmente de forma proporcional à retirada de Israel. Agora, os terroristas do Hizbolá (financiados pelo Iran) esperam receberem o Golan.


 
 

Veja também

 


© 2017   |   FAQ: Perguntas e Respostas Frequentes